COZINHA DOS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA

No período colonial, fizeram-se vários ensaios de africanizar a cozinha portuguesa.Em Moçambique, por exemplo, o revitalizar do património culinário contra a adulteração daquela cozinha estranha à cultura e aos moçambicanos, foi timidamente ensaiado nos primeiros anos pós independência.Algumas das receitas divulgadas, então, eram representativas da verdadeira e genuina cozinha moçambicana.A mucapata, o mucuane, a mathapa, o tocossado o frango à zambeziana, o caril de amendoim, são alguns dos pratos a que me refiro e que são subscritos por moçambicanas bem conhecidas na arte de cozinhar.É impossível falar da cozinha moçambicana, omitindo a colonização e a consequente repressão cultural . Disto falaremos, oportunamente.
Entretanto, com a descolonização, todos e cada um dos países pode, também aqui, fazer a sua própria história.
Regressamos ao passado gastronómico, à cozinha tradicional, mergulharemos nas raízes, passaremos pelo presente, questionaremos opções e espreitamos novas influências.
Assim, apostamos na divulgação do que de mais representativo, existe, na cozinha dos países de língua portuguesa.
Gostariamos de contar com a colaboração de todos os que por aqui vão passar.


sábado, 1 de março de 2008

CHEGOU A HORA


Neste espaço, a recolha de receitas tem como limite a nossa disponibilidade. Possuimos já centenas de receitas da cozinha dos países de lingua portuguesa.
Procuramos a representatividade e a autenticidade das várias regiões.
Temos esperança que muitos dos nossos leitores nos farão chegar preciosidades guardadas no baú da memória dos sabores da sua região.
O levantamento dum património culinário é um trabalho moroso mas, emocionante.
Tal como outros, penso que é preciso preservar e revitalizar o património culinário contra a invasão das “cozinhas bárbaras” que ameaçam invadir os próprios lares, com a chamada
comida de plástico, made in fast food e similares.
É inevitável o aparecimento duma cozinha urbana que, inevitavelmente, mergulhará nas raízes da cozinha tradicional. Questionará os percursos e adaptar-se-à às novas realidades sócio-económicas. Será, neste caso, uma cozinha para elites? Não, necessariamente, se souber manter a mesma matriz cultural
Um pouco como os baianos, de que nos fala Lídia Junqueira no prefácio à obra Receitas Tradicionais da Cozinha Baiana, aconselhamos que cada um, depois de ter preparado uma receita, seguindo as nossas (ou outras) indicações, modifique-a a seu gosto : mais ou menos doce, mais ou menos apimentada.
O que eu gostaria de fazer neste espaço é um pouco ambicioso. Não posso garantir que o consiga. As dificuldades são mais que muitas. O tempo e os recursos necessários para a concretização de um trabalho sério e rigoroso, não abundam. Esforçar-me-ei por fazer o melhor, prometo.

7 comentários:

OFICINA DE MUSSA RAJA disse...

Oh Agry, estou bem, mas pergunto porque e que postaste esse prato com comida ainda com argumentos deliciosos sobre a mucapata, frango zambeziano e mais, fez-me encher a barriga e assim quando tiver saudade do mucapata e outros nossos sabores mocambicanos vou visitando este blog interessante.
Falando serio respeitosa Agry, este blog e muito interessante, ainda que encorajaste-me no blog Parapato, eu nao pretendo retribuir teoricamente, mas pretendo dar o apoio possivel sobre o assunto, anunciar o nosso aparato sociocultural que "nos define", a nossa linha historica, os tracos adquiridos. Entao se eu puder estarei a mandar fotos sobre cozinhas de Angoche, para alem de caracata temos outros sabores de Angoche, apesar de estar fora de Mocambique mas farei o possivel de obter informacao sobre tal. Ainda que no proximo Abril estarei de volta a Mocambique, podemos ainda ampliar a colaboracao.
Agora estou com fome...

Aquele Abraco

Agry White disse...

Muito obrigado Mussa.Fico a aguardar o cumprimento da promessa
Forte abraço
Agry

Koluki disse...

Parabens pelo novo blog.
Ate' ha' relativamente pouco tempo, tive nos meus links "Os Sabores da Diversidade" - um livro que lhe interessara' folhear e cujo link pordera' encontrar neste post:

http://koluki.blogspot.com/2007/03/sunday-roast.html

Bom apetite!

Agry White disse...

Koluki, posso tratá-la assim, muito obrigado pelo incentivo e pelo link. Ser-me-à útil, sem dúvida.

OFICINA DE MUSSA RAJA disse...

Postei algo alusivo ao Navegando com os Sabores, assim dou inicio a contribuicao, e vou adicionar nos links da Oficina.

Abracos

JPT disse...

Sou muito contrário a este blog, o cujo prejudicará a já minha oval linha. Ainda assim (ou talvez por isso mesmo) espero sucessos

Agry White disse...

JPT
Muito obrigado pela visita e pela ironia positiva das suas palavras