COZINHA DOS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA

No período colonial, fizeram-se vários ensaios de africanizar a cozinha portuguesa.Em Moçambique, por exemplo, o revitalizar do património culinário contra a adulteração daquela cozinha estranha à cultura e aos moçambicanos, foi timidamente ensaiado nos primeiros anos pós independência.Algumas das receitas divulgadas, então, eram representativas da verdadeira e genuina cozinha moçambicana.A mucapata, o mucuane, a mathapa, o tocossado o frango à zambeziana, o caril de amendoim, são alguns dos pratos a que me refiro e que são subscritos por moçambicanas bem conhecidas na arte de cozinhar.É impossível falar da cozinha moçambicana, omitindo a colonização e a consequente repressão cultural . Disto falaremos, oportunamente.
Entretanto, com a descolonização, todos e cada um dos países pode, também aqui, fazer a sua própria história.
Regressamos ao passado gastronómico, à cozinha tradicional, mergulharemos nas raízes, passaremos pelo presente, questionaremos opções e espreitamos novas influências.
Assim, apostamos na divulgação do que de mais representativo, existe, na cozinha dos países de língua portuguesa.
Gostariamos de contar com a colaboração de todos os que por aqui vão passar.



quinta-feira, 11 de Junho de 2009

MAGUSTO COM BACALHAU ASSADO


Ingredientes:
750g de bacalhau; 2 mãos cheias de couve portuguesa; azeite;4 dentes de alho;350 de pão de milho;300g de pão de trigo; sal
Preparação:
1 - De véspera demolhe o bacalhau, mudando a água duas ou três vezes.Separe as partes mais grossas e reserve. Coza as partes mais finas, limpe de peles e espinhas e divida em pequenas lascas.
Lave as folhas de couve, ripe-as à mão, sem utilizar a faca, e coza-as em água temperada com sal
2 - Cubra com azeite o fundo de um tacho de barro. Junte-lhe os alhos descascados e pisados. Quamdo alourarem, retire-os. Junte à gordura a água de cozer o bacalhau, passada por um passador.
3 - Disponha, em camadas alternadas, fatias finas de pão de milho, bacalhau limpo e fatias de pão de trigo.Repita as camadas até terminarem os ingredientes. Bata tudo com uma colher de pau e rectifique o sal.Deite as couves no tacho, misture e apure bem.
4 - Entretanto, asse o bacalhau que reservou. Acompanhe o magusto com bacalhau assado

1 comentário:

MILU DUARTE disse...

obaaa, já anotei a receita. Adoro bacalhau e nada como uma receita direta de Portugal!!!Obrigada.