COZINHA DOS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA

No período colonial, fizeram-se vários ensaios de africanizar a cozinha portuguesa.Em Moçambique, por exemplo, o revitalizar do património culinário contra a adulteração daquela cozinha estranha à cultura e aos moçambicanos, foi timidamente ensaiado nos primeiros anos pós independência.Algumas das receitas divulgadas, então, eram representativas da verdadeira e genuina cozinha moçambicana.A mucapata, o mucuane, a mathapa, o tocossado o frango à zambeziana, o caril de amendoim, são alguns dos pratos a que me refiro e que são subscritos por moçambicanas bem conhecidas na arte de cozinhar.É impossível falar da cozinha moçambicana, omitindo a colonização e a consequente repressão cultural . Disto falaremos, oportunamente.
Entretanto, com a descolonização, todos e cada um dos países pode, também aqui, fazer a sua própria história.
Regressamos ao passado gastronómico, à cozinha tradicional, mergulharemos nas raízes, passaremos pelo presente, questionaremos opções e espreitamos novas influências.
Assim, apostamos na divulgação do que de mais representativo, existe, na cozinha dos países de língua portuguesa.
Gostariamos de contar com a colaboração de todos os que por aqui vão passar.


sexta-feira, 17 de julho de 2009

DELÍCIAS DE LISBOA


Ingredientes:
20 gemas; 2 ovos; manteiga para untar
Para a calda:
750g de açúcar;0,5l de água; casca de 1 limão; 1 cálice de licor de laranja
Preparação:
1 – Forre o fundo de um tabuleiro de alumínio (30x20cm) com um rectângulo de papel vegetal untado com manteiga, dos dois lados. Aconchegue-o bem no fundo e unte também com manteiga as paredes do tabuleiro.
2 – Bata as gemas e os ovos(gema e clara) até obter um creme forte e volumoso.Deite-o no tabuleiro, alise e leve a cozer no forno a 16ºº, durante 15 a 20 minutos.
3 – Verifique se está cozido, retire e deixe arrefecer. Descole em volta e vire sobre a mesa (se não se descolar, aqueça o fundo do tabuleiro). Com muito cuidado retire o papel de forrar e corte o bolo em porções com aproximadamente 7cm de lado.
4 – Faça ferver o açúcar e a casca de limão, durante 5 minutos. Retire do lume, junte o licor de laranja e embeba as porções nesta calda, um de cada vez, com a ajuda de uma escumadeira.
Retire-os com cuidado e coloque-os em taças ou pratinhos individuais. Espalhe por cima o xarope que sobrar.
Decore com folhas tenras de laranjeira ou limoeiro, previamente lavadas e enxutas

1 comentário:

Teresa disse...

Deve ser uma delicia!Que tentação!!!